Você sabia que o Espírito Santo ocupa o 1° lugar em destinação correta de resíduos?

Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook

Uma das ecoindústrias que integra este protejo é a Organobom.

Saiba mais acessando o link: https://lnkd.in/dbWtQ9H

#organobom#reescrevaofuturo#compostagem #meioambiente

O espírito santo conquistou em 2020 o primeiro lugar no importante indicador do ranking de gestão e competitividade dos Estados: o da destinação de lixo o levantamento do centro de liderança pública constitui uma importante referência para gestores públicos, que serve como um guia de identificação de pontos de melhoria e definição dos focos de atuação dos governos estaduais.

Nesse quesito da destinação do lixo, os municípios da grande Vitória tem grande relevância, destacando destacando a importância do trabalho das prefeituras da Serra, Vitória e CariacicaUma das Eco indústrias que integra este projeto é Organobom, uma unidade de compostagem que recebe resíduos orgânicos, com o resto de alimentos, resto de poda de árvores, material oriundo de restaurantes, feiras livres e supermercados e transforma em composto orgânico.

Dados anuário da Associação Brasileira de empresas de limpeza pública e resíduos especiais de 2020, apontam que 45,5% dos resíduos correspondem a matéria orgânica, mas nem todo esse percentual é convertido em adubo porque o lixo chega misturado.mais uma parte desse resíduo ganha a destinação correta como explica o diretor comercial da organobom Fábio Junger.

Outras Postagens do Blog

Nosso novo parceiro

Com muita satisfação a Organobom é parceira da Extrafruti para aproveitamento dos seus resíduos para a compostagem. Agradecemos à @extrafruti pela confiança

Visita a Empresa ExtreFruti

Como uma empresa que se preocupa com o meio ambiente , a Extrafruti recebeu a equipe da Organobom para uma visita às

O que muda com a Lei 12.305/2010?

O que muda com a Lei 12.305/2010? Lixões a céu aberto e aterros controlados ficam proibidos. A Lei, determina quetodas as administrações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *